• Fórum dos Empreendedores

Pesquisa indica aumento do interesse feminino em abrir o próprio negócio

Seguindo tendência mundial, 73% das brasileiras aspiram se tornar sua própria chefe.

Fuse/Getty Images/VEJA


Uma pesquisa realizada com 9.000 mulheres em 15 países, incluindo 500 brasileiras, constatou que 72% aspira abrir seus próprios negócios. Entre as brasileiras, o número de mulheres que sonham em se tornar empreendedoras é um pouco maior, 73%.


A pesquisa apontou que 63% das brasileiras têm como principal motivação para empreender a vontade de se tornar sua própria chefe. Outro fator motivador para 46% das entrevistadas é a possibilidade de ter mais flexibilidade no trabalho. No que diz respeito às áreas de interesse, 25% desejam se dedicar ao ramo de alimentos e bebidas , 23% ao da beleza e 14% à moda.


O dinheiro é apontado como um fator comum aos três principais desafios enfrentados por quem deseja iniciar um negócio. Ganhar dinheiro suficiente para compensar custos é algo que preocupa mais de 54% das brasileiras. Já 47% das entrevistadas se preocupam em ter orçamento suficiente para crescer, enquanto 36% pensam em como financiar seus negócios.


De acordo com o levantamento, há uma percepção de diferença de tratamento entre os gêneros: 37% das entrevistadas afirmaram acreditar não existir uma equiparação salarial com os homens e 34%, ter menos oportunidades de promoção. Além disso, 73% das brasileiras acreditam que as mulheres precisam trabalhar mais para ter as mesmas oportunidades que os homens e 79% estão comprometidas em ajudar a quebrar essa barreira empreendendo.



Link da Notícia: https://veja.abril.com.br/blog/radar/pesquisa-indica-aumento-do-interesse-feminino-em-abrir-o-proprio-negocio/


 2020 - Fórum dos Empreendedores de São Paulo